7 segredos para encurtar seu curso de eLearning sem perder qualidade

Tempo de leitura: 6 minutos

Seus alunos remotos tirarão mais proveito do seu curso de treinamento online se você o mantiver curto e agradável. Mas, será que é possível fazer isso com sucesso sem comprometer os resultados desejados e a qualidade do curso?

Créditos: Freepik

Como encurtar seu curso sem sacrificar os resultados desejados

Há um certo tipo de pensador que acredita que quanto mais longo algo for, melhor. Esse é o tipo de orador, gerente, político, que faz um discurso de 8 horas quando 5 minutos bastam.

Da mesma forma, existem desenvolvedores de conteúdo que digitam milhares de palavras quando algumas centenas são suficientes. É tudo uma questão de usar a centena certa. E identificar as palavras certas é, muitas vezes, um produto de edição intensa.

A mesma regra se aplica a todos os aspectos do design do seu curso. Desde o uso de recursos visuais que criam sobrecarga cognitiva, em vez de esclarecer o tópico, até a maratona de eventos ao vivo. Aqui estão algumas recomendações para ajudá-lo ao longo de sua jornada de poda.

1. Use um formato diferente

Examine seu material de treinamento atual e divida-o em subgrupos. Você pode notar que a maior parte do seu conteúdo é escrita ou digitada.

Lembre-se que uma página de texto, cerca de 300 palavras, pode ser convertida em um minuto de áudio. Se o texto for dramatizado com diálogo ou convertido em formato de conversação, ele será reduzido para 30 segundos.

Então, analise suas enormes quantidades de texto e veja quais partes podem ser transformadas em uma esquete. Isso pode ser gravado como um cenário de áudio ou um vídeo. É mais rápido de consumir e mais divertido também.

Além disso, seus alunos provavelmente se lembrarão do material com mais eficiência porque é envolvente e evita sobrecarga cognitiva. Podcasts são outra ótima maneira de mudar o formato e transformar o texto em experiências auditivas imersivas.

2. Aumente seu uso de recursos visuais

Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras, mas tem que ser a imagem certa. Considere infográficos. Se você os projetar bem, um único infográfico pode substituir um capítulo inteiro e reduzir drasticamente seu curso de eLearning.

Para torná-lo ainda melhor, adicione links relevantes às seções mais importantes. Eles podem levar a um apêndice com referências cruzadas que aprofunde as definições e explicações.

Usando esta técnica, você provavelmente poderia reduzir seu curso em 80%. Você pode condensar 100 páginas digitadas em uma dúzia de slides, e alguns ainda vão sobrar, para que você possa fazer glossários e apêndices descritivos.

3. Experimente Cenários de Ramificação

Além disso, você pode agrupar bastante conteúdo em uma só simulação ou cenário de ramificação. Neste último, você pode criar 5 perguntas principais que oferecem treinamento contextual e experiencial.

Esse exercício de ramificação pode cobrir adequadamente todo um currículo de conformidade, por exemplo. Ele convida os alunos a relembrar os regulamentos e aplicá-los de forma realista. Leva muito menos tempo do que ler textos intermináveis. E, como essa modalidade de aprendizado envolve prática, a retenção de conteúdo é maior.

A gamificação é outra ferramenta valiosa para reduzir o tamanho do seu curso de eLearning, melhorando a retenção do conhecimento e o engajamento.

4. Seja interativo em vez de estático

As simulações aplicam o mesmo princípio. Empregar engajamento ativo em vez de consumo passivo. Procure qualquer oportunidade em que um conteúdo estático possa ser substituído por algo mais curto, mais rápido e mais empolgante.

Por exemplo, em vez de uma série de diagramas, considere criar uma animação. A tecnologia pode fazer isso automaticamente para você. Por exemplo, o Google Fotos já reúne imagens e as mescla em pequenas “sequências de filmes” fofas.

Isso pode reduzir 3 páginas fotográficas em um divertido clipe de 5 segundos, portanto, pode encurtar seu curso de eLearning.

5. Misture tudo

O treinamento online é um favorito das empresas porque economiza milhares de dólares. Sem ele, as corporações ficariam restritas a workshops de três dias, por exemplo, onde teriam que pagar transporte, acomodação, alimentação e muito mais.

Dito isto, esses seminários cobrem em uma semana o que um curso online levará meses para fazer. Portanto, você pode misturar a abordagem online e offline para poupar tempo.

Você pode executar sessões de treinamento online sincronizadas e gravá-las, para que os alunos possam consultá-las mais tarde. Ou organize treinamentos ao vivo que resumem o assunto ao longo de um fim de semana.

6. Crie um aplicativo

Há algo nas telas móveis que fazem as coisas parecerem mais curtas. Não está convencido? Tente ler um artigo online em um desktop. Antes de ler, você pode rolar para baixo, decidir que é muito longo e abandoná-lo.

Agora abra o mesmo artigo no seu telefone. O layout, a velocidade de carregamento e a otimização significam que é mais provável que você leia até o fim.

Converter seu curso feito para computadores em um para smartphones ou tablets produz brevidade intuitiva. Você está formatando para uma tela menor, então é mais fácil identificar coisas supérfluas para remover. E o formato do aplicativo também faz com que pareça mais rápido, do ponto de vista de seus alunos.

7. Use um template para manter a ordem

O uso de um template não apenas reduz o tempo de desenvolvimento, mas permite que você siga um formato pré-criado para encurtar o design do seu curso de eLearning.

Você precisa trabalhar com o layout que recebe, o que deixa pouco espaço para conteúdo desnecessário. Os espaços devem ser preenchidos por atividades e recursos significativos que alcancem os resultados desejados do eLearning. Você precisa condensar o que você tem e torná-lo claro, conciso e alinhado aos objetivos.

Além disso, você garante que todo o curso seja coeso e combine com o conteúdo existente. A maioria das ferramentas de eLearning possui templates integrados, mas você também pode encontrar opções de baixo custo online.

Conclusão

Tornar seu conteúdo de eLearning mais curto raramente é uma má ideia. Mas você precisa encontrar uma maneira de fazer isso que não comprometa a qualidade.

Use mais imagens do que palavras, especialmente infográficos. Substitua o conteúdo estático por imagens em movimento, priorizando a interatividade sobre o envolvimento passivo. Combine técnicas de treinamento online e offline, com muitas simulações de treinamento e cenários de ramificação. Finalmente, considere uma abordagem mobile-first. Isso reduzirá instantaneamente o curso e seus alunos online agradecerão por isso.

Fonte: https://elearningindustry.com/insider-secrets-shorten-elearning-course-without-sacrificing-desired-outcomes

Para diminuir a distância entre a sua gestão e os seus resultados efetivos,
a Raleduc oferece serviços para EAD que se diferenciam
pela qualidade de seus conteúdos, pela eficiência das metodologias de ensino, pelo uso de tecnologias modernas de aplicação e monitoramento, pela criatividade gráfico-editorial e pela economicidade de tempo
e operacionalidade.

E também somos representantes exclusivos da Udemy Business no Brasil.

Se você quiser saber mais sobre como a Raleduc pode ajudar você a melhorar seus treinamentos online e montar uma estratégia EAD para a sua empresa, não deixe de falar com nossos especialistas clicando aqui, pelo telefone +55 61 3051 1366 ou manda um WhatsApp.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.