Por que a Udemy é a melhor solução para o aprendizado corporativo

Tempo de leitura: 8 minutos

O mercado mundial de treinamento corporativo e desenvolvimento de habilidades é gigante. Hoje seu tamanho está acima de US$360 bilhões (cerca de 2 trilhões de reais) e em crescimento de quase 8% este ano. Por que desse crescimento explosivo? É simples: cada indivíduo, colaborador e empresa está se capacitando tanto para o trabalho quanto para o crescimento pessoal.

Para as empresas, o mandato é claro: a empresa média gasta 1.500 dólares ou mais por colaborador a cada ano, e grandes organizações como Walmart, Target e Disney, estão gastando bilhões em reembolso de mensalidades e benefícios educacionais. Empresas grandes e estabelecidas como IBM, Deloitte, Cisco e Accenture gastam quase 4.000 dólares por ano por colaborador e, para os líderes, esse valor está na casa das dezenas de milhares.

Para os indivíduos, o mercado é igualmente enorme. Existem mais de 2 bilhões de trabalhadores em todo o mundo e, à medida que o preço do treinamento e da certificação diminui, o consumo desse conteúdo aumenta. Portanto, todas as universidades, faculdades com fins lucrativos e provedores de certificação estão oferecendo cursos para a capacitação a um custo por hora cada vez menor.

A maioria dos fornecedores neste espaço são os chamados “editores”. Eles elaboram cursos, desenvolvem uma experiência de aprendizado atraente (geralmente usando vídeo e interatividade) e promovem e vendem os programas. Então, você pode ir ao LinkedIn Learning, Coursera, Pluralsight, O’Reilly e a dezenas de outras plataformas e fazer cursos de web design, engenharia de nuvem, segurança cibernética e muito mais. Para programas de gerenciamento e liderança, você pode ir à Harvard Publishing, à maioria das escolas de administração de universidades e a muitos outros fornecedores.

Mas todas essas empresas têm um problema: a gama de cursos que oferecem é muito limitada. Se você quiser, por exemplo, um novo programa de treinamento em NFTs ou no Metaverso, provavelmente terá que procurar bastante no YouTube e é capaz de não encontrar algo estruturado. E, se você é um especialista e quer ensinar outras pessoas, provavelmente terá que construir sua própria plataforma e correr o risco de que ninguém apareça.

E se houvesse uma “Plataforma para Criadores de Conteúdos Corporativos”, uma ferramenta tão fácil de usar como o TikTok ou o Instagram, só que para ensinar?

É aí que entra a Udemy: a melhor plataforma para criadores. Um lugar onde cada um pode construir o seu conteúdo e garantir que todos possam usá-lo.

Créditos: Freepik

Como a Udemy chegou aqui?

A Udemy nasceu em 2010 como um mercado de aprendizado, em que as pessoas poderiam criar e publicar seus próprios cursos. No início, não era certeza se a plataforma teria sucesso.

Porém, com o tempo, a Udemy teve um crescimento em sua base de consumidores, construiu e aumentou sua oferta corporativa, acrescentou análises incríveis, contratou uma equipe de vendas e desenvolveu uma categorização abrangente para todas as áreas de aprendizagem.

E hoje, como uma empresa de capital aberto, a Udemy é uma organização com valor de mercado de US$4,1 bilhões, e teve receita de US$479 milhões em junho deste ano (US$182 milhões provenientes da Udemy Business, a qual cresceu 80% em relação ao ano passado). Além disso, as margens da Udemy são altas: embora a empresa tenha gastos com a manutenção da plataforma e com marketing, o conteúdo é todo criado independentemente, então o lucro da Udemy é bem mais de 70%, descontadas as taxas para os criadores dos cursos.

Os instrutores da Udemy também podem ganhar muito dinheiro. Os melhores deles ganham mais de um milhão de dólares por ano em taxas e não precisam construir uma plataforma ou fazer muito marketing para impulsionar as vendas.

O mercado de conteúdo da Udemy é grande e ainda em crescimento. Hoje, a plataforma têm 183.000 cursos disponíveis e atende a mais de 44 milhões de usuários em todo o mundo. 594 milhões de pessoas já se inscreveram na Udemy, a qual tem 8.600 clientes corporativos e hospeda mais de 65.000 criadores. Os cursos mais bem avaliados vão para a Udemy Business, a oferta comercial vendida diretamente para empresas.

Como acontece com o Airbnb, eBay e todos os outros mercados, esse modelo econômico atrapalha os fornecedores tradicionais, os “editores”. Os clientes da Udemy Business se preocupam com a satisfação do aluno, engajamento com o conteúdo e sua relevância, e o número de tópicos de interesse se expande constantemente.

Por que isso funciona tão bem? Porque, uma vez que você constrói uma grande plataforma, o mercado sempre supera o modelo dos editores. Sim, fornecedores como LinkedIn ou Coursera têm pessoas inteligentes, por isso criam um conteúdo excelente. Mas é difícil para eles acompanharem o mercado, já que não podem recorrer a diversos especialistas para cada tópico.

Além disso, os cursos da Udemy são muito atualizados. Na verdade, a empresa provavelmente tem mais conteúdo sobre Crypto, NFTs e RV do que todos os outros fornecedores juntos. O Coursera, por exemplo, que se baseia no poder das marcas universitárias, tem muito menos conteúdo de tecnologia do que a Udemy. Seu conteúdo é muito mais antigo e as taxas de conclusão são baixas, mesmo o preço das duas plataformas sendo semelhante. A Pluralsight tem algumas das mesmas características.

Compradores corporativos gostam que fornecedores como LinkedIn Learning, SkillSoft e outros oferecem conteúdo desenvolvido profissionalmente, ensinado e criado por especialistas. Mas quando você olha para as avaliações reais do curso, algumas são altas e outras são baixas. Na Udemy, os cursos com classificações e críticas boas são privilegiados e os cursos mal elaborados desaparecem, sempre oferecendo a mais alta qualidade. O sistema se auto-regula e se aprimora constantemente.

Para autores e criadores (a Udemy os chama de instrutores), a dinâmica é muito poderosa. Caso um curso seja difícil de entender ou mal desenvolvido, ninguém irá comprá-lo e suas avaliações irão despencar. Assim como no YouTube, o curso perde sua competitividade. Assim, os criadores trabalham muito para tornar os cursos excelentes, levar em conta o feedback dos alunos e atualizar o conteúdo com a maior frequência possível.

Como resultado, os cursos da Udemy são atualizados a uma taxa muito mais alta do que os cursos “publicados” (que geralmente são atualizados uma vez a cada poucos anos). Muitos cursos da Udemy são atualizados trimestralmente.

Quando começou a vender para empresas, a Udemy criou a Udemy Business, uma biblioteca com o conteúdo mais bem classificado, organizado em torno de tópicos de negócios e gestão. É exatamente nesse setor que a empresa tem um enorme potencial de crescimento.

A Udemy Business inclui a Udemy Business Pro, uma experiência de aprendizado premium, incluindo laboratórios, avaliações e simulações práticas, Cursos Udemy e CorpU. CorpU é uma oferta de gestão e liderança baseada em coorte. É projetada para líderes seniores e líderes emergentes e inclui cursos sobre estratégia, liderança, pensamento crítico, vendas e gerenciamento da cadeia de suprimentos.

O design de aprendizagem da CorpU oferece aos alunos oportunidades de trabalhar com especialistas no assunto e também com moderadores. A comunicação é feita de forma síncrona, assíncrona, online e/ou ao vivo, fornecendo diferentes maneiras de aprender e praticar novas habilidades ao longo do tempo.

Embora a Udemy tenha começado como um mercado consumidor, agora está injetando recursos na Udemy Business. E isso faz sentido: as empresas pagam preços premium por conteúdo relevante e atualizado, então o mercado consumidor se torna o “campo de avaliação” para a escolha dos cursos que chegarão à Udemy Business.

A Udemy continua a buscar melhorias, colaborando com instrutores especialistas em todo o mundo, criando modelos de habilidades funcionais para conteúdo avançado, desenvolvendo caminhos de aprendizagem e melhorando constantemente a plataforma para alunos, instrutores e líderes de T&D.

Conclusão: A Economia dos Criadores Está Aqui

Assim como as plataformas de publicidade com grande crescimento agora são baseadas no criador (TikTok, Instagram, YouTube), o aprendizado corporativo se beneficia da mesma dinâmica. Fornecedores como a Udemy são poderosos porque possibilitam que qualquer um compartilhe seu conhecimento de forma profissional.

Hoje, as receitas da Udemy giram em torno de US$ 500 milhões e a empresa está avaliada em mais de US$ 4 bilhões. A oferta de negócios cresceu quase 80% no ano passado e provavelmente aumentará ainda mais no futuro. Embora ainda não seja a empresa mais valiosa na indústria de aprendizagem, preste atenção à Udemy. Aposto que você ficará surpreso daqui a um ano.

Fonte: https://joshbersin.com/2021/11/why-udemy-could-be-the-hottest-company-in-corporate-learning/

Para diminuir a distância entre a sua gestão e os seus resultados efetivos,
a Raleduc oferece recursos com serviços para EAD que se diferenciam
pela qualidade de seus conteúdos, pela eficiência das metodologias de ensino, pelo uso de tecnologias modernas de aplicação e monitoramento, pela criatividade gráfico-editorial e pela economicidade de tempo
e operacionalidade.

Se você quiser saber mais sobre como a Raleduc pode ajudar você a melhorar seus treinamentos online e montar uma estratégia EAD para a sua empresa, não deixe de falar com nossos especialistas clicando aqui, pelo telefone +55 61 3051 1366 ou manda um WhatsApp.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.