Construindo uma cultura empresarial baseada em dados

Tempo de leitura: 5 minutos

Quando os colaboradores usam dados para monitorar a saúde da organização e tomar boas decisões de negócios, as empresas são capazes de lidar com as incertezas e dinamizar estratégias com mais facilidade, conforme necessário. Veja agora como construir uma cultura empresarial baseada em dados.

Créditos: Freepik

Para que uma empresa se adapte às disrupções nos negócios e permaneça resiliente diante dos eventos mundiais, ela precisa de uma cultura sólida de dados internos, constatou a IDC em uma pesquisa de 2021. Quando os colaboradores usam dados para monitorar a saúde da organização e tomar boas decisões de negócios, as empresas são capazes de lidar com as incertezas e dinamizar estratégias com mais facilidade, conforme necessário. Mas, embora a alfabetização em dados seja um imperativo crescente para as organizações, não é uma habilidade que muitos colaboradores precisaram cultivar em suas carreiras até agora.

Como as habilidades de dados evoluíram mais rápido do que a educação tradicional pode acompanhar, as lideranças não podem esperar que contratar novos colaboradores os livrará da lacuna de habilidades. Para se manterem competitivas na era dos dados, as empresas precisam treinar sua força de trabalho para serem orientadas por dados.

Sim, toda a força de trabalho, estejam os colaboradores em funções de especialista em dados ou não. Cada indivíduo usa os dados de maneiras diferentes em seu trabalho e deve aprender uma base para entender como usar e falar sobre eles de maneira eficaz.

Para construir essa base de alfabetização de dados, use o esquema de três etapas a seguir para criar uma linguagem de dados comum para seus colaboradores, lançar um programa de treinamento de alfabetização em dados bem-sucedido e criar uma cultura empresarial baseada em dados.

Etapa 1: Identifique uma linguagem comum

O primeiro passo é estabelecer uma linguagem para toda a empresa para falar sobre dados.

Aprender a falar e compreender dados é semelhante a se tornar proficiente em qualquer idioma. O aluno precisa construir seus fundamentos de linguagem com vocabulário. A empresa de consultoria Gartner recomenda estruturar um vocabulário de dados em três categorias: valor, informação e análise.

Valor se refere aos resultados, perguntas, decisões, ações e métricas de negócios. Algumas perguntas para ajudá-lo a determinar o vocabulário dessa categoria são: Qual é a pergunta, problema ou objetivo? Como o seu valor é registrado?

Informação refere-se a fontes de dados, qualidade, tipos de dados, métodos de gestão. Para ajudar a identificar quais informações são relevantes para sua empresa, pergunte: Quais dados ou fontes de dados estão envolvidos?

Análise refere-se à inteligência de negócios, relatórios, métodos analíticos e inteligência artificial. Para entender melhor a análise, pergunte: Quais técnicas analíticas ou de ciência de dados são aplicadas aos dados?

Suas respostas dentro dessas três categorias são provavelmente extensas, o que é uma coisa boa. Ao construir o “dicionário” da linguagem de dados de sua empresa, você deve levar em conta o que é provavelmente uma lista robusta de valor, informações e análises de dados.

Etapa 2: construir e lançar seu programa de treinamento de dados

Com a linguagem de dados de sua empresa definida, você está pronto para começar a ensinar as habilidades. Josh Bersin e Marc Zao-Sanders compartilham algumas dicas sobre como fazer isso. “Selecione cuidadosamente as habilidades de dados necessárias para sua força de trabalho e mapeie-as. Use esse mapeamento para selecionar as experiências, pessoas, cursos, podcasts, vídeos e artigos que irão despertar a alegria de aprender. ”

O desenvolvimento da alfabetização em dados pode realmente despertar alegria? Sim, quando você faz isso intencionalmente. Bersin e Zao-Sanders escrevem: “As habilidades (estatísticas, pesquisas, verificação de erros etc.) podem se tornar rapidamente desanimadoras. Os benefícios podem ser apreciados por todos: melhor julgamento e tomada de decisão, e maior confiança ao tomar essas decisões. ”

Certifique-se de lançar seu programa em pequenos incrementos. Experimente iniciar com um pequeno grupo de conteúdo ou concentre-se em um conjunto específico de habilidades. Isso tornará tudo mais fácil.

Etapa 3: Integrar a cultura de comunicação baseada em dados

Ao aprender um novo idioma, não é suficiente memorizar um novo vocabulário ou regras gramaticais. Você precisa falar o idioma regularmente para manter a fluência.

É o mesmo com os dados. Você precisa fazer com que eles façam parte das conversas diárias da sua empresa. Crie a expectativa de que os colaboradores devem comparecer a reuniões de equipe, sessões de trabalho e apresentações prontos para falar de dados. Os executivos podem dar o exemplo discutindo tendências de dados e percepções em reuniões gerais, e os gestores podem fazer o mesmo no nível da equipe.

Incentive a curiosidade e uma mentalidade construtiva.

Lembre-se de que essa etapa nunca está realmente completa. Seu objetivo é integrar dados em conversas e atividades diárias da sua organização.

A alfabetização em dados é uma habilidade essencial para cada colaborador

As empresas estão inundadas com mais dados do que nunca. Capacitar todos os colaboradores com conhecimento de dados é a chave.

Além do plano descrito aqui, ao construir uma cultura empresarial baseada em dados, você deve identificar como é o processo de alfabetização em dados em sua empresa e como medir a proficiência de seus colaboradores nas habilidades de dados.

Fonte: https://blog.udemy.com/how-to-build-data-driven-culture/

Para diminuir a distância entre a sua gestão e os seus resultados efetivos,
a Raleduc oferece recursos com serviços para EAD que se diferenciam
pela qualidade de seus conteúdos, pela eficiência das metodologias de ensino, pelo uso de tecnologias modernas de aplicação e monitoramento, pela criatividade gráfico-editorial e pela economicidade de tempo
e operacionalidade.

Se você quiser saber mais sobre como a Raleduc pode ajudar você a melhorar seus treinamentos online e montar uma estratégia EAD para a sua empresa, não deixe de falar com nossos especialistas clicando aqui, pelo telefone +55 61 3051 1366 ou manda um WhatsApp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.