5 sinais de que seu treinamento online está muito longo para alunos modernos

Tempo de leitura: 6 minutos

Por natureza, os cursos de treinamento online devem ser breves. Mas o comprimento é relativo, então como saber se você sobrecarregou seus alunos corporativos? Veja agora 5 sinais de que seu treinamento online está muito longo para alunos modernos.

Créditos: Freepik

Adultos empregados ainda podem querer progredir em sua educação. Especialmente com tarefas que podem ajudar no progresso de suas carreiras. Mas entre tarefas do trabalho, responsabilidades familiares e atividades de lazer ocasionais, eles simplesmente não têm tempo.

É por isso que tantos optam pelo treinamento online. A ideia são lições curtas e pequenas que eles podem fazer no dia a dia. É algo que eles podem fazer entre tarefas do escritório ou após se encontrar com clientes. Isso significa que uma aula online típica dura de 5 a 15 minutos.

Mas, fora de um cronômetro, como você pode saber se as sessões de treinamento online estão demorando muito? Aqui estão 5 sinais de que o tempo de aula do seu treinamento online está testando a paciência (e atenção) dos seus alunos.

1. Baixas taxas de competição

Muitos cursos online incorporam algum tipo de gamificação. Eles geralmente incluem atividades com pontuação e uma tabela de classificação. Se o melhor jogador não tiver uma pontuação muito alta e os concorrentes não estiverem próximos dele, é um mau sinal.

Isso pode significar várias coisas: as regras da competição podem ser muito rígidas ou muito complexas; partes do curso podem ser entediantes ou chatas, então os alunos corporativos não ficam motivados a participar; ou talvez as unidades do treinamento exijam o investimento de tempo demais e os alunos desistam antes mesmo de chegar às partes de teste.

Considere perguntar aos alunos se há algum problema com o curso de treinamento online, estude as métricas do curso e calcule as médias para ter uma ideia mais clara de quanto tempo dura o período de atenção deles.

2. Análise ruim da pontuação

É improvável que alunos corporativos compartilhem suas notas ruins em testes. Felizmente, a maioria dos softwares de treinamento de colaboradores tem análises profundas.

Você não só pode ver as pontuações dos testes, mas também quanto tempo o teste demorou. Você pode até dizer quanto tempo eles levaram por pergunta, mostrando quais tópicos lhes causaram mais problemas. Talvez essas questões específicas tenham sido mal formuladas.

Ou talvez os alunos não tenham passado pela parte do curso que abordou o referido tópico. Suas análises podem dizer o ponto exato onde os alunos corporativos pararam de estudar. Portanto, você pode correlacionar as seleções de treinamento aos resultados dos testes.

Depois de identificar as lacunas, você pode reformatar o conteúdo do treinamento para mantê-lo dentro da janela de atenção do aluno. Procure torná-lo mais curto e interativo. Lembre-se de que o tempo excessivo de aula no treinamento online normalmente se traduz em baixa retenção de conhecimento.

3. Esgotamento por sobrecarga cognitiva

Nos tempos de escola, você provavelmente estudava durante toda a madrugada antes de uma prova. Em algum ponto, sua cabeça simplesmente não conseguia absorver mais informações. No dia seguinte, durante o teste, os tópicos que você estudou podem não ter sido cobrados, e mesmo quando foram, você estava tão cansado e sem foco por causa da falta de sono que ainda teve um desempenho ruim.

O treinamento online pode ter o mesmo resultado. Quando seus dados mostram que os alunos corporativos concluíram a unidade mas ainda assim falharam no teste, o problema está em outro lugar. Você pode simplesmente ter fornecido informações demais. Então, suas mentes não podiam peneirar o que era crucial e o que não era. O que significa que os detalhes que eles armazenaram em seus bancos de memória não são os que apareceram na prova.

Resuma e simplifique seu conteúdo de treinamento online. Se eles precisarem de conhecimentos adicionais, ofereça-os como leitura suplementar. Você também pode lançar uma biblioteca de microlearning para oferecer ferramentas de suporte. Por exemplo, tutoriais pequenos que eles podem acessar quando necessário. Isso os torna mais propensos a guardarem as informações a longo prazo.

4. Curso restrito ao computador

Quando você está desenvolvendo para dispositivos móveis, está ciente do tamanho reduzido da tela. Você automaticamente limitará o tamanho do texto e tornará as unidades de treinamento menores. Você também estará ciente de tudo o mais no telefone e como ele compete pela atenção dos alunos. Mensagens de texto, memes, redes sociais, e-mail, chamadas telefônicas. O design otimizado para dispositivos móveis é … otimizado … para dizer o mínimo.

Dessa forma, se o curso tiver apenas módulos para desktop, é provável que as páginas sejam prolixas e os módulos extensos. Simplesmente informando aos criadores de seu curso que ele terá componentes móveis, tudo fica reflexivamente menor. De imagens compactadas a conteúdo condensado.

5. Certificações perdidas

Outro sinal claro de que seu tempo de aula no treinamento online é muito longo para os colaboradores modernos é a falta de certificações. Eles não estão atendendo aos padrões de treinamento porque os cursos de certificação são muito longos, complexos ou ambos. Assim, eles adiam os módulos e atividades para o último minuto porque estão com medo.

Se você notar que um grande número de colaboradores está ficando para trás, faça pesquisas para descobrir o porquê. Use perguntas direcionadas para determinar se isso é causado pelo tempo de aula do treinamento online, sobrecarga cognitiva e/ou falta de motivação.

Em seguida, use os dados para melhorar sua estratégia de certificação e dividi-la em subtópicos convenientes. Por exemplo, seu curso de certificação de treinamento de vendas abrangente torna-se uma série de 5 partes, em que os colaboradores podem ganhar emblemas ao longo do caminho para acompanhar seu progresso.

Créditos: Freepik

Conclusão

Uma das melhores coisas sobre o aprendizado online é a análise. Quando suas métricas mostram que os alunos corporativos estão gastando mais tempo em seus índices do que em seu curso de treinamento online real, isso diz muito.

A dependência excessiva de apêndices e recursos just-in-time sugere que as unidades do curso são muito longas, de modo que os alunos corporativos optam por atalhos.

De que outra forma você pode dizer que eles estão gastando muito tempo no treinamento online? Baixas pontuações na tabela de classificação, resultados de teste ruins, alunos corporativos perpetuamente cansados ​​e software sem opções móveis. Se você notou algum desses sintomas, é hora de auditar – e editar – seu curso de treinamento de colaboradores.

Fonte: https://elearningindustry.com/red-flags-that-online-training-seat-time-too-long-for-modern-employees

Para diminuir a distância entre a sua gestão e os seus resultados efetivos,
a Raleduc oferece recursos com serviços para EAD que se diferenciam
pela qualidade de seus conteúdos, pela eficiência das metodologias de ensino, pelo uso de tecnologias modernas de aplicação e monitoramento, pela criatividade gráfico-editorial e pela economicidade de tempo
e operacionalidade.

Se você quiser saber mais sobre como a Raleduc pode ajudar você a melhorar seus treinamentos online e montar uma estratégia EAD para a sua empresa, não deixe de falar com nossos especialistas clicando aqui, pelo telefone +55 61 3051 1366 ou manda um WhatsApp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.