Dicas para treinamentos online de integração para colaboradores da geração Z

Tempo de leitura: 7 minutos

Ambientar os novos contratados é um componente-chave da eficiência corporativa. Será que as técnicas exigidas para o treinar essa geração diferem tanto de outras? Veja agora 7 dicas para criar treinamentos online de integração para colaboradores da geração Z

Freepik

Como criar treinamentos online para a Geração Z.

Há uma piada circulando no Twitter que cita um adolescente em uma entrevista de emprego. Ela/Ele diz: “Fui descrito como uma velha alma, então me identifico e me conecto com os Millennials”. Sim, eles finalmente se juntaram a nós no grupo dos “idosos”. Com licença Geração Y…  agora é a hora da Geração Z.

Às vezes rotulados como iGen, esses jovens que nasceram depois de 1995 e que agora estão entrando no mercado de trabalho. Passamos a última década desmistificando os Millenials. Agora há um novo grupo demográfico para conhecer. Com que rapidez podemos aprender a falar sua língua?

Abaixo seguem 7 dicas importantes para projetar treinamento online para integrar alunos corporativos da Geração Z.

7 dicas para treinar novos colaboradores da geração Z

1. Primeiro dia

Você consegue se lembrar do seu primeiro dia de trabalho? Você pode ter ficado nervoso, imaginando o que exatamente era esperado de você. Afinal, sua formação e credenciais nem sempre dizem como usá-los. Ter um diploma de direito e ser aprovado na OAB não mostra como é estagiar em um escritório de advocacia.

E, às vezes, a integração envolve as coisas mais simples. Ela diz ao seu novo contratado o que fazer quando entrar pela primeira vez no escritório. Assim que a contratação for confirmada, envie-lhes um pacote de cuidados. Pode ser algo tão simples como uma introdução em vídeo e um breve resumo do que eles podem esperar durante o processo de integração.

2. Gráfico de Assentos Virtual

Um gráfico de assentos com descrições de funções e termos de referência pode ser útil para os Z’s. Também pode incluir um documentos com seus novos logins de e-mail para que eles possam acessar o kit de integração. Lembre-se de que a iGen é baseada em pesquisas. Eles pesquisam tudo no Google, então alinhe-se com essa perspectiva baseada em dados.

Incorpore aspectos práticos, como um tour virtual do escritório. Mostre a eles onde trabalharão, a quem perguntar quando precisarem de ajuda e onde ficam os banheiros. Ao criar cursos de treinamento online de integração, você também pode orientá-los sobre as políticas da empresa e opções de transporte.

Este tipo de treinamento online para a Geração Z fará com que eles se sintam menos como calouros perdidos e causará uma boa primeira impressão. É especialmente útil para aqueles lidando com precauções de segurança rigorosas para COVID. Por exemplo, eles precisam conhecer as normas de distanciamento social e como descontaminar adequadamente seu espaço de trabalho.

3. Comece com dados

Embora muitos membros da Geração Z aprendam fazendo, sua abordagem é diferente da nossa. Quase sempre mergulhamos de cabeça nas coisas. Chegamos ao trabalho no primeiro dia e perguntamos ao chefe o que fazer. Ou apenas seguíamos as pessoas pelo escritório até descobrirmos as coisas.

Os colaboradores da iGen criam um arquivo antes mesmo de começarem no emprego. Eles sabem o nome do CEO e sua raça de peixe favorita. O seu treinamento de integração deve permitir isso. Tenha a mesma atenção aos detalhes que eles teriam, mas inclua conteúdo que eles não possam encontrar por conta própria.

Por exemplo, comece o curso com um breve resumo do que o conteúdo envolve, quanto tempo deve durar e os seus benefícios. Inclua a história da origem da empresa para que eles tenham uma ideia da sua identidade e cultura. Isso personaliza a experiência de treinamento online, em vez de simplesmente pedir que eles se conectem ao fluxo de dados e absorvam fatos e estatísticas.

4. Ensine algumas tarefas

Eles provavelmente já pesquisaram no Google, ‘Como é trabalhar na XYZ’ ou ‘O que é um primeiro dia típico como um *insira a função*’. O treinamento online de integração para a Geração Z deve se preocupar com as tarefas típicas que você atribuirá a eles no primeiro dia, semana ou mês. Apresente modelos e simulações dessas tarefas para que eles saibam o que esperar.

Você também pode desenvolver vídeos breves de instruções e construir um arquivo abrangente. Deve conter projetos e atividades que eles deverão fazer rotineiramente. Torne o arquivo fácil de navegar, para que os novos contratados possam rapidamente obter um tutorial quando precisarem. Seja amplo e útil – tudo, desde “como programar a impressora” até “como solicitar uma folga”.

5. Curto e envolvente

A iGen é acostumada com pedaços pequenos, seja de mensagens de texto ou temporadas de 10 episódios. Qualquer material de treinamento online que você gerar deve obedecer a isso.

Limite os pedaços de texto a leituras de 5 minutos e mantenha os vídeos abaixo de 60 segundos. Seu conteúdo de treinamento online – sejam palavras, imagens ou links de som ambiente – deve oferecer uma experiência multimídia envolvente.

Use recursos visuais fortes, cores vibrantes e alta definição. Eles estão acostumados a ter todos os seus sentidos envolvidos, tanto no trabalho quanto durante o lazer. Incorpore esses elementos se você realmente deseja atingi-los.

6. Multimídia

Desenvolva treinamento online que possa ser acessado via celular, com ou sem conexão de dados. Por exemplo, invista em um LMS que ofereça suporte a dispositivos móveis offline. Smartphones são as ferramentas com as quais a Geração Z se envolve com mais frequência. Use-os em seu benefício.

Projetar para dispositivos móveis também o ajudará a manter o conteúdo de seu treinamento online conciso. Você pode incluir alguns jogos. Isso não vai necessariamente tornar seu curso leviano, então não se preocupe. Afinal, a iGen geralmente leva seus jogos muito a sério. Unir trabalho e lazer é uma ótima maneira de mantê-los engajados. Além disso, a gamificação é comprovada por ajudar a recordar e é uma ferramenta de treinamento online eficaz.

7. Coaching com colegas

As gerações mais velhas têm uma vasta experiência para oferecer às suas novas contratações da Gen Z. Portanto, desenvolva um programa de coaching que lhes permita formar pares e compartilhar habilidades e experiências.

Os colaboradores da Geração Z podem ajudar aqueles que não são tão versados ​​em tecnologia, enquanto colegas de trabalho mais maduros podem mostrar-lhes o caminho e oferecer dicas de solução de problemas com base em sua área de especialização.

Freepik

Conclusão

Treinar colaboradores pode ser desafiador, especialmente quando há uma lacuna de gerações envolvida. E agora que a Geração Z está assumindo o controle das rédeas, temos que acompanhá-los.

Antes de começarem a trabalhar, envie a eles um pacote preparatório com tours virtuais do espaço físico do escritório. Ofereça treinamento online prático e baseado em tarefas para a Geração Z como parte de sua integração. Crie uma biblioteca online de tutoriais que eles possam consultar à vontade. Mantenha os módulos de treinamento online curtos, agradáveis ​​e facilmente navegáveis.

Fonte: https://elearningindustry.com/tips-design-onboarding-online-training-for-generation-z-corporate-learners

Para diminuir a distância entre a sua gestão e os seus resultados efetivos,
a Raleduc oferece recursos com serviços para EAD que se diferenciam
pela qualidade de seus conteúdos, pela eficiência das metodologias de ensino, pelo uso de tecnologias modernas de aplicação e monitoramento, pela criatividade gráfico-editorial e pela economicidade de tempo
e operacionalidade.

Se você quiser saber mais sobre como a Raleduc pode ajudar você a melhorar seus treinamentos online e montar uma estratégia EAD para a sua empresa, não deixe de falar com nossos especialistas clicando aqui, pelo telefone +55 61 3051 1366 ou manda um WhatsApp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.