3 dicas valiosas para treinamentos de soft skills

Tempo de leitura: 7 minutos

À medida que as máquinas assumem tarefas que exigem hard skills, as soft skills são cada vez mais demandadas. Mas como você pode treinar habilidades sociais, como comunicação e criatividade? Aqui estão algumas dicas.

Fonte: Freepik

Dicas de treinamento de soft skills que trazem resultados instantâneos

Os trabalhadores estão compreensivelmente nervosos com a automação de seus empregos. Conforme a Inteligência Artificial melhora, ela está assumindo muitas funções – de atendimento ao cliente a trabalhos em depósitos – que estavam sendo feitas por humanos.

Na verdade, de acordo com a pesquisa do McKinsey Global Institute, até 2055, até metade das atividades de trabalho atuais podem ter sido automatizadas. Isso pode soar alarmante, mas embora estocar prateleiras, criar sites ou mesmo diagnosticar doenças sejam habilidades que a IA poderá realizar em um futuro próximo, há certas habilidades que as máquinas não podem duplicar; as soft skills.

Assim, os gestores de T&D e RH precisam das seguintes dicas de treinamento de soft skills para implementá-las adequadamente no treinamento de colaboradores.

O que são soft skills?

Embora as hard skills sejam tipicamente o tipo de habilidades que os colaboradores listam em um currículo (computação em nuvem é uma hard skills, por exemplo, assim como vendas), as soft skills são cognitivas, relacionadas ao comportamento e a traços pessoais. São coisas nas quais os humanos são bons e a IA tem dificuldade em duplicar.

Por exemplo, no início deste ano, uma pesquisa do LinkedIn identificou as 5 soft skills mais solicitadas para 2020:

  • Criatividade;
  • Persuasão;
  • Colaboração;
  • Adaptabilidade;
  • Inteligência emocional.

No entanto, mesmo que nunca tenha ouvido o termo “soft skills” antes, todo gestor reconhece um colaborador com soft skills fracas quando vê um.

Um colaborador com essas habilidades mal desenvolvidas talvez até tenha as hard skills para fazer seu trabalho, mas pode estar sempre atrasado para o trabalho, não seguir bem instruções e ter dificuldade em se comunicar com os colegas.

No passado, o gestor poderia apenas presumir que era difícil trabalhar com tal colaborador, demiti-lo e contratar alguém com as soft skills certas: que sabe planejar com antecedência, seguir instruções e tem boa comunicação.

Agora, você já sabe. Não é necessário trocar hard skills por soft skills, porque as últimas não são apenas parte da personalidade de alguém. Elas são apenas o que dizem que são, habilidades, e habilidades podem ser ensinadas e cultivadas.

Elas podem ser treinadas?

Assim como as hard skills, as soft skills podem ser treinadas em seus colaboradores.

É necessária uma abordagem diferente para treinar uma habilidade como a colaboração do que atualizar sua equipe sobre uma nova política da empresa, mas é possível, e começa simplesmente com o reconhecimento de que seus colaboradores não nascem com boa comunicação ou criatividade.

Alguém no meio do caminho, talvez um membro da família ou um professor do ensino fundamental, ensinou seu colaborador mais criativo a ser criativo. Alguém ensinou um colaborador corajoso a perseverar. Alguém ensinou ao seu melhor comunicador como chegar de maneira eficaz aos colegas de trabalho.

Você também pode desenvolver as soft skills de seus colaboradores como parte de um programa de treinamento ou aprendizado. Como? Aqui estão 3 dicas de treinamento de soft skills.

1. Ofereça oportunidades para a prática

Você não pode simplesmente oferecer uma aula ou um seminário sobre comunicação ou criatividade e então esperar uma equipe totalmente criativa e comunicativa.

Soft skills são como um músculo que precisa ser fortalecido. Sua equipe tem que praticar para desenvolvê-los. Dê-lhes oportunidades de praticar durante as atividades de trabalho e torne o ambiente seguro para que eles falhem durante esse período de prática.

Como isso se apresenta?

Se você está ensinando criatividade, isso pode se apresentar em sessões regulares de brainstorming com colegas de trabalho para fazer sua equipe pensar fora da caixinha. Se você está ensinando colaboração, pode significar reunir pequenos grupos de colaboradores regularmente para trabalhar em projetos. Se você estiver ensinando adaptabilidade, incentive os colaboradores a experimentarem projetos que não funcionam.

Um artigo na Inc., que explora as oportunidades de prática para as 5 habilidades pessoais mais demandadas para 2020, sugere que os colaboradores sejam incentivados a recomendar ou testar ideias alternativas ao iniciar qualquer projeto importante.

2. Ensine por meio de exemplos

Soft skills são habilidades pessoais. Habilidades como comunicação, boas maneiras, boa escuta, persuasão e pontualidade fazem com que seja um prazer trabalhar com seus colaboradores e, por isso, são frequentemente confundidos com traços de personalidade.

Mas, embora sejam habilidades ensináveis, às vezes é melhor ensinar soft skills por meio de exemplo. Na verdade, alguns de seus colaboradores com boas soft skills provavelmente foram ensinados pelo exemplo em casa ou por seus primeiros professores.

Isso é algo que também pode acontecer no trabalho, por meio de iniciativas de coaching ou mentoria.

Em empresas de alto desempenho, a Gallup constatou, os gestores tendem a agir mais como coaches do que como chefes. Eles estão intimamente envolvidos no desenvolvimento de sua equipe, o que significa que podem engajar os colaboradores individualmente, modelar soft skills para eles e oferecer feedback personalizado.

Os colaboradores são mais propensos a valorizar o feedback sobre suas soft skills vindo seu superior imediato do que de qualquer outra pessoa – se alguém de RH fizer uma crítica sobre inteligência emocional ou habilidades de comunicação, isso pode ser visto como um insulto.

Mas, por meio de coaching e exemplo, os gestores podem demonstrar as soft skills que desejam desenvolver em seus colaboradores.

3. Inclua soft skills em seus cursos

Embora palestrar sobre a importância das soft skills provavelmente não seja muito eficaz – ninguém gosta de ouvir lições sobre a importância do gerenciamento do tempo como se fosse um criança – é importante que os colaboradores também percebam que as soft skills são habilidades que podem ser desenvolvidas, e não parte de quem eles são como pessoas.

Por esse motivo, é importante incluir soft skills em seu pacote de treinamento, seja como cursos ou módulos. Felizmente, esse tipo de conteúdo de aprendizagem está prontamente disponível e não é algo que seu departamento de T&D tenha que desenvolver internamente.

Cursos sobre soft skills podem ser particularmente úteis se você estiver usando coaching e prática, porque eles apoiam as lições sobre soft skills que os colaboradores estão aprendendo no trabalho com conteúdo de aprendizagem relacionado a essas habilidades.

Por exemplo, se alguém está aprendendo sobre inteligência emocional no trabalho, pode revisar o conteúdo sobre isso mais tarde e aumentar a retenção.

Soft skills são importantes para seus colaboradores e seu local de trabalho

Neste momento, a tecnologia está mudando rapidamente. A meia-vida de uma hard skills é de cerca de 5 anos hoje em dia, o que significa que sua equipe precisará ser treinada continuamente para se manter atualizada com a tecnologia que usa para trabalhar.

Soft skills, no entanto, são eternas. Depois que um colaborador domina uma habilidade como adaptabilidade, ele é adaptável. Uma vez que são ativamente criativos, eles são criativos.

Isso irá beneficiá-los pessoalmente à medida que avançam em suas próprias carreiras, e à sua organização, à medida que é alterada por uma nova tecnologia em evolução.

Fonte: https://elearningindustry.com/soft-skills-training-tips-for-ld-and-hr-managers-who-want-results

Para diminuir a distância entre a sua gestão e os seus resultados efetivos, a Raleduc oferece recursos com serviços para EAD que se diferenciam pela qualidade de seus conteúdos, pela eficiência das metodologias de ensino, pelo uso de tecnologias modernas de aplicação e monitoramento, pela criatividade gráfico-editorial e pela economicidade de tempo e operacionalidade.

[contact-form to=”rafael@raleduc.com.br” subject=”Contato interno do blog”]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.