A tecnologia é o futuro da educação

Tempo de leitura: 5 minutos

A tecnologia não é apenas o presente, mas o futuro do aprendizado. Neste artigo, discutiremos algumas prováveis aplicações futuras da tecnologia na aprendizagem.

Qual o papel da tecnologia no aprendizado?

Não há dúvida de que a era em que vivemos é a era da tecnologia. A tecnologia governa nossas vidas e tornou tudo, de compras a entretenimento, mais fácil e acessível. Agora, vamos falar sobre o papel da tecnologia no aprendizado, que é o nosso assunto de interesse.

Na última década, os profissionais de Treinamento e Desenvolvimento (T&D) fizeram grandes avanços na transmissão de um aprendizado melhor aos alunos corporativos por meio do uso da tecnologia.

Por exemplo, aprendizado misto, microlearning, aprendizado móvel, gamification, RA/RV (Realidade Aumentada / Realidade Virtual), simulações, aprendizado adaptativo e até IA (Inteligência Artificial) agora estão sendo usados ​​para desenvolver habilidades e conhecimentos em colaboradores de empresas.

Tudo isso é possível por causa dos avanços tecnológicos. A tecnologia não é apenas o presente, mas o futuro do aprendizado. Mas o que mais a tecnologia reserva para a educação no futuro? Neste artigo, discutiremos algumas prováveis ​​aplicações futuras da tecnologia na aprendizagem. Vamos dar uma olhada.

1. Aprendizagem Baseada em nuvem

No momento, as ferramentas de autoria e os LMS’s baseados na nuvem são usados ​​por várias organizações e fornecem a elas custos mais baixos de instalação, melhor segurança de dados, implantação mais rápida, mais espaço de armazenamento e manutenção mais fácil, além de proporcionar aos alunos maior acessibilidade.

Num futuro próximo, o aprendizado baseado na nuvem será a norma, permitindo uma melhor agregação de métricas dos alunos, compartilhamento de dados mais eficiente e resultados de avaliação mais visuais. Esse tipo de aprendizado será acessível em qualquer dispositivo móvel.

2. Biometria

No momento, os educadores estão limitados a receber feedback dos próprios alunos ou através de avaliações concluídas pelos alunos, o que nem sempre é verdadeiro ou preciso.

No futuro, a tecnologia biométrica permitirá que os educadores meçam respostas biológicas, incluindo estimulação das glândulas sudoríparas, frequência cardíaca, posição dos olhos e outros dados, que os ajudarão na análise de alunos, pesquisa de mercado e, portanto, na criação de um melhor aprendizado digital.

O foco no aluno tende a aumentar no futuro, o que levará à melhoria da qualidade da aprendizagem digital.

3. Heads-Up Displays

RA/RV serão uma norma no aprendizado digital no futuro, juntamente com simulações imersivas, provavelmente gamificadas.

Heads-up Displays, um tipo de exibição que fornece informações visuais na altura dos olhos, serão muito úteis para os alunos nessas situações, de modo que eles poderão visualizar informações, feedback do desempenho e dados sociais em tempo real.

4. Mundos virtuais completos

Outro avanço na tecnologia da RA/RV permitirá que os educadores criem mundos virtuais completos para os alunos, onde esses possam aprender e desenvolver conhecimentos e habilidades, além de aplicá-los sem quaisquer consequências no mundo real.

5. Professores e conselheiros robôs

Embora professores e conselheiros reais ainda sejam necessários para assuntos complexos e toque humano na aprendizagem, muito apoio será fornecido por professores e conselheiros robôs, ou personagens de IA que atuem como professores ou conselheiros, ou até simulações imersivas de aprendizado (como mencionado no ponto anterior) substituindo professores e conselheiros.

6. Dados visuais substituirão dados numéricos

Isso já começou a acontecer em várias organizações e instituições de ensino, e no futuro será a norma. Os dados visuais são mais fáceis de compreender e interpretar para indivíduos comuns e permitem que tendências e padrões sejam compreendidos explicitamente, diferentemente dos dados numéricos ou baseados em texto.

7. Bancos de dados individuais para alunos

No futuro, os alunos terão seus bancos de dados individuais na nuvem, através dos quais seu progresso individual será rastreado, e poderão salvar seus projetos, avaliações e anotações de aprendizado. Esses bancos de dados serão analisados ​​pelos educadores para fornecer instruções personalizadas aos alunos.

8. Lifelong Learning

À medida que, no futuro, a sociedade se tornar mais rápida e mais orientada para o conhecimento por meio de tecnologia avançada, o lifelong learning terá que se tornar a norma.

O desenvolvimento profissional contínuo será necessário, pois as tendências mudam rapidamente com a evolução da tecnologia (isso já começou) e a natureza do trabalho mudará.

Prevê-se que até 2027, mais de 80% da nossa população esteja trabalhando como freelancer ou contratualmente. Manter um emprego por toda a vida será coisa do passado.

O futuro da tecnologia na aprendizagem

A tecnologia mudará a face do aprendizado para melhor, transformando-nos em alunos mais eficientes e mais rápidos. Naturalmente, toda mudança é confrontada com hesitação, incerteza e dúvida, mas as coisas acabam se acalmando.

Abraçar essa mudança e entender qual tecnologia está aqui para durar enquanto se prepara para ela com antecedência é a única maneira de as organizações obterem uma vantagem competitiva sobre outras no futuro.

Fonte: https://elearningindustry.com/what-role-technology-play-in-learning

Para diminuir a distância entre a sua gestão e os seus resultados efetivos, a Raleduc oferece recursos com serviços para EAD que se diferenciam pela qualidade de seus conteúdos, pela eficiência das metodologias de ensino, pelo uso de tecnologias modernas de aplicação e monitoramento, pela criatividade gráfico-editorial e pela economicidade de tempo e operacionalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.