10 razões porque alunos desistem do eLearning

Tempo de leitura: 11 minutos

Este artigo descreve as 10 razões mais comuns pelas quais alunos falham no estudo online, e será útil para proprietários de empresas de eLearning e qualquer pessoa envolvida no ensino online que queira aprimorar a experiência de eLearning para seus alunos e atrair e prender a atenção deles até o fim.

Porque alunos não estudam online

De acordo com a Class Central, havia 110 milhões de pessoas no mundo matriculadas em cursos online em 2019. O número é impressionante, mas a pergunta é: quantos deles chegaram à linha de chegada e quantos desistiram logo após se inscrever no programa um curso ou completando a primeira lição?

Um estudo recente constatou que, entre os que se inscrevem em um curso, 52% nem sequer veem o material. Além disso, a taxa de desistência atinge os 96%, em média, em cinco anos.

Nesta postagem, abordaremos os 10 motivos mais comuns pelos quais alunos falham no aprendizado online.

Um pouco sobre a situação global

Durante o surto de COVID-19 e o lockdown global, o ensino a distância (e especialmente o eLearning) se tornou a única maneira viável de aprendizado, o que significa que o setor agora está enfrentando um aumento sem precedentes na demanda.

Para as empresas de eLearning, essa situação traz grandes oportunidades de crescimento, além de muita pressão. Aqueles que estão preparados para atender e manter milhões de novos alunos serão capazes de multiplicar suas receitas, e aqueles que não responderem rapidamente perderão essa oportunidade única.

Você está pronto para tirar o máximo proveito desta situação?

Analisamos os estudos existentes sobre desistências na educação online e compilamos 10 fatores que impedem os alunos de concluir os cursos na íntegra. Vamos descobrir se a sua empresa de eLearning está pronta para fornecer uma experiência perfeita ao cliente e reter a maioria dos seus alunos.

1. Dificuldades de adaptação

Como a sala de aula online é um novo ambiente para muitos alunos, o primeiro desafio é se adaptar ao novo estilo de aprendizado. Se a plataforma parecer muito complicada, você corre o risco de perder alunos em potencial.

Solução

Naturalmente, a maior parte da responsabilidade de superar esse desafio recai sobre os alunos, mas isso não significa que não há nada que você possa fazer para ajudá-los.

Para facilitar e acelerar o processo, você pode preparar materiais úteis sobre o aprendizado online, como treinamento por indução e FAQs, cobrindo os benefícios da educação online e fornecendo dicas sobre como organizar o processo educacional de maneira mais produtiva.

Por exemplo, a California State University Channel Islands lançou um curso inteiro chamado Learning Online 101 para ajudar os alunos a se adaptarem ao aprendizado online.

2. Expectativas erradas

O curso pode parecer ser muito difícil ou muito fácil, muito demorado ou muito teórico – essas são algumas expectativas erradas que levarão a frustração e desistências.

Solução

A melhor maneira de mitigar esse problema é comunicar todas as informações possíveis sobre o curso:

  • Os tópicos e lições do curso
  • Qualificações e experiência dos professores
  • O nível de treinamento necessário
  • Quanto tempo os alunos devem reservar para o curso, em cada módulo e tarefa
  • Objetivos e resultados do curso
  • Habilidades adquiridas após a conclusão de cada módulo e do curso na íntegra

Isso não nos poupará dos alunos que não leem a descrição do curso e então abandonam o curso porque precisavam de outra coisa, mas pelo menos saberemos que fizemos a nossa parte.

3. Questões técnicas

Erros e lentidão na plataforma de eLearning não são algo que ajuda os alunos a terem mais motivação. Em vez disso, pode levar alunos a abandonar o curso.

Mesmo que sua plataforma online nunca tenha tido problemas técnicos, o aumento na demanda pelo aprendizado online durante a pandemia do COVID-19 pode prejudicar o desempenho da plataforma.

Um rápido aumento do tráfego no seu site é uma carga enorme nos servidores que pode causar interrupções e falhas no servidor. Outro problema é a perda de velocidade para usuários localizados longe dos servidores.

Solução

Para se livrar dos problemas técnicos e garantir uma experiência suave de eLearning para os alunos, você precisa criar uma infraestrutura flexível e escalável para o servidor.

Isso pode ser feito otimizando o conteúdo com entrega adaptável (para garantir qualidade e velocidade em todos os tipos de dispositivos e conexões) e movendo-o para mais perto do usuário com uma rede de entrega de conteúdo (CDN). Há duas maneiras de fazer isso: criando sua própria solução ou usando uma CDN pronta.

4. Má gestão de tempo

A falta de tempo é um dos motivos mais comuns pelos quais os alunos abandonam os cursos online. Enquanto algumas pessoas realmente enfrentam circunstâncias pessoais inesperadas, outras simplesmente não conseguem administrar seu tempo adequadamente.

Solução

Gerenciamento de tempo também é algo que você pode ensinar a seus alunos. Um planejador de cronograma regular e lembretes para cursos e tarefas seriam uma grande ajuda para os alunos que enfrentam dificuldades de gerenciamento de tempo.

5. Problemas com motivação

Existem várias razões para os alunos perderem a motivação – desde resultados do curso pouco definidos até falta de controle por causa da frustração de estar em isolamento social.

Solução

Embora alguns problemas de motivação pessoal estejam sempre fora de nosso controle, podemos fazer o possível para tornar o curso o mais envolvente possível.

  • Crie um roteiro do aluno com marcos evidentes, como conhecimentos adquiridos e realizações. Esse mapa pode ser exibido em algum lugar da conta pessoal do aluno, para que ele possa ver seu próprio progresso e sentir satisfação ao se aproximar do objetivo final.
  • Varie os formatos de conteúdo e tarefas: use treinamento interativo, vídeos, narrativa, soluções gamificadas etc.
  • Forme uma comunidade de estudantes e, às vezes, use o trabalho em equipe. O engajamento aumenta quando os alunos se sentem parte de um grupo.

6. Muita flexibilidade

Uma das maiores vantagens do aprendizado online é a grande flexibilidade: os alunos podem fazer cursos no seu próprio ritmo, quando e onde quiserem. Ao mesmo tempo, quando exacerbada, a flexibilidade também pode ser a maior desvantagem.

Solução

A solução é simples: defina prazos para cada módulo (ou pelo menos um prazo final) e envie lembretes quando ele estiver próximo. Sem isso, as taxas de conclusão correm o risco de serem extremamente baixas, pois “a qualquer momento” geralmente significa “em nenhum momento”.

7. Falta de contato humano

Uma das principais limitações da experiência de aprendizado online é a falta de comunicação com colegas e professores, o que pode ser frustrante para alguns alunos.

Além disso, estudos mostram que o envolvimento social e a sensação de comunidade tornam os alunos cinco vezes mais engajados e 16 vezes mais propensos a concluir o curso.

Solução

De acordo com a teoria do aprendizado social de Albert Bandura, as pessoas aprendem melhor observando e interagindo com os outros. Eles adquirem novos conhecimentos e habilidades observando o comportamento e a atitude dos outros e os resultados relacionados.

Embora o aprendizado online implique certas limitações nessa abordagem, devemos fazer o possível para criar o maior número possível de possibilidades de interação no mundo virtual.

Isso pode ser feito por trabalhos em grupo, webinars, fóruns, competições amigáveis, debates ou fóruns de discussão em que os alunos podem trabalhar em conjunto com colegas de classe e professores e aprender uns com os outros.

8. Divisões muito volumosas do conteúdo

É uma situação familiar: você precisa embarcar em um projeto grande e simplesmente não sabe por onde começar. Mas uma vez dividida em tarefas menores, ela se torna mais acessível e factível aos seus olhos.

O mesmo se aplica à educação: módulos muito grandes e complicados podem assustar os alunos.

Solução

É aí que entra o microlearning para salvar o dia.

É uma abordagem de aprendizado que envolve a divisão de informações em pequenas unidades de aprendizado que os alunos podem compreender em um curto espaço de tempo (de 3 a 10 minutos). Uma unidade cobre um tópico, ideia ou habilidade específica.

Um bom exemplo de implementação dessa abordagem são os curtos vídeos educacionais do TED-Ed. Quanto aos benefícios, pesquisas mostraram que o microlearning pode aumentar o envolvimento no curso em mais de 50%.

Talvez seja hora de descobrir mais sobre essa abordagem e começar a adotá-la também na sua plataforma de eLearning. Livre-se de módulos e tópicos pesados ​​e forneça informações em pequenas unidades estruturadas para reter mais alunos e ajudá-los a alcançar a linha de chegada.

9. Apoio insuficiente ao aluno

Quando um obstáculo atrapalha um aluno em uma sala de aula tradicional, ele pode pedir ajuda a um professor ou discuti-lo com seus colegas. Na educação online, os alunos podem se sentir isolados sem essas oportunidades, e é por isso que tendem a desistir quando as coisas ficam complicadas.

Solução

Nossa tarefa aqui é garantir que os alunos saibam onde procurar ajuda quando enfrentarem problemas e se sentirem à vontade para pedi-la. A melhor maneira de conseguir isso é fornecer várias opções de suporte na plataforma. Aqui estão algumas ideias do que poderia ser feito:

  • Crie documentos de FAQs e uma base de conhecimento que cubra os problemas mais comuns que os alunos podem enfrentar ao utilizar a plataforma (por exemplo, configuração da conta, problemas de carregamento do curso, como se inscrever em um curso, o que fazer se você não cumprir um prazo, etc.).
  • Ofereça suporte por email ou mensagem instantânea para quem tiver perguntas incomuns.
  • Crie oportunidades para os alunos conversarem entre si. Pode ser por meio de uma comunidade em redes sociais, uma conversa em grupo por um aplicativo de mensagens de texto instantâneas ou um fórum inteiro para estudantes.
  • Certifique-se de que os alunos tenham acesso aos instrutores para pedir feedback ou ajuda. Pode ser via chat na plataforma ou por uma pesquisa, como o Google Forms.

10. As informações não condizem com a vida real

Quando as informações que os alunos aprendem ficam muito abstratas e não conseguem relacioná-las à sua vida, é fácil perder o interesse no tópico ou em todo o curso.

Solução

O conhecimento só se torna valioso se puder ser aplicado. É por isso que seus cursos online devem fornecer informações práticas, incluir exemplos relevantes da vida real, integrar cenários práticos realistas e dar aos alunos tarefas práticas para aplicar imediatamente o conhecimento adquirido a problemas reais.

Dessa forma, você pode criar uma conexão entre o conteúdo e sua aplicação prática e tornar o eLearning mais significativo e valioso para os alunos.

Em um mundo perfeito, o conhecimento estaria disponível sob demanda: os alunos enfrentam problemas no seu dia a dia e podem encontrar soluções específicas na sua plataforma de eLearning, exatamente quando precisam.

Finalizando

Vivemos tempos de mudanças bruscas: algumas empresas fecharam, outras estão em espera e apenas algumas agora têm a oportunidade única de atingir todo o seu potencial.

O aprendizado online é um setor que as pessoas precisam desesperadamente no momento. Elas estão prontas para investir seu tempo e dinheiro na aquisição de novas habilidades e conhecimentos.

Quando elas chegam até você, você deve estar pronto para oferecer-lhes a melhor experiência de aprendizado possível e fazê-las ficarem com você mesmo quando o lockdown terminar. Ao superar esses 10 problemas, você se aproximará desse objetivo ambicioso.

Fonte: https://elearningindustry.com/reasons-why-students-fail-study-online

Para diminuir a distância entre a sua gestão e os seus resultados efetivos, a Raleduc oferece recursos com serviços para EAD que se diferenciam pela qualidade de seus conteúdos, pela eficiência das metodologias de ensino, pelo uso de tecnologias modernas de aplicação e monitoramento, pela criatividade gráfico-editorial e pela economicidade de tempo e operacionalidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.