SCORM: Por que conhecer sobre ele faz tanta diferença para seu EaD?

Tempo de leitura: 5 minutos

Sigla do termo em inglês,Sharable Content Object Reference Model”, a palavra SCORM pode ser literalmente traduzida como “Modelo de Referência de Objeto de Conteúdo Compartilhável”.

Isso significa que SCORM se trata de um conjunto técnico de especificações que compõem o protocolo de comunicações entre os cursos online (e seus componentes, como videoaulas, textos, poscasts, games, entre outros) e as plataformas LMS (Learning Management System), traduzida como Sistema de Gerenciamento de Aprendizado.

O modelo SCORM estabeleceu alguns objetivos relacionados aos padrões técnicos estabelecidos para a entrega de seus conteúdos. São eles:

1 – PADRONIZAÇÃO

Estabelecer um padrão a ser cumprido na comunicação que é realizada entre os cursos online e as plataformas EaD que seguem o modelo SCORM de aprendizagem.

2 – REUTILIZAÇÃO

Tornar possível que os objetos de aprendizagem contidos nos cursos online possam, de alguma forma, ser reutilizados em diferentes capítulos, matérias, ocasiões etc.

3 – FLEXIBILIDADE

Usar os mesmos conteúdos dos cursos online para diferentes classes de alunos, em diferentes momentos no processo de aquisição do conhecimento.

4 – PORTABILIDADE/UNIVERSALIDADE

Tornar possível que os objetos de aprendizagem de cursos online possam ser reaplicados em plataformas EaD distintas.

O SCORM detalha a metodologia utilizada para realizar os processos comunicacionais entre os objetos de aprendizagem e a plataforma EaD, como comunicações a respeito da situação do curso, ou seja, a que o estudante está sendo apresentado, dados sobre o desempenho do aluno, entre outras informações.

Tornar tais comunicações padrão diminui os problemas decorrentes do intercâmbio de cursos entre plataformas diferentes, já que é tradição cada ambiente usar uma forma própria de rastreamento e gravação do desempenho do aluno ao longo do curso.

Plataforma Moodle

O padrão SCORM é adotado pelo Moodle. Diferentemente das possibilidades padrões disponíveis para a criação de cursos no Moodle, ao criar-se objetos de aprendizagem no padrão SCORM, os conteúdos e atividades tornam-se mais customizáveis, podem passar-se a utilizar, por exemplo, o Flash e o HTML.

A adoção do padrão SCORM pelo Moodle possibilita ao professor saber quantas vezes um aluno acessou uma página específica e que comandos usou. É possível, também, que determine o tempo que um aluno permaneça em determinada interface. Possibilita ainda que o sistema determine que o aluno volte a determinadas páginas uma quantidade limitada de vezes, se por algum motivo didático isso for necessário. Por outro lado, para o aluno, o sistema permite que ele saiba em que página parou no curso, sem a necessidade de ter que decorar a página que parou na última vez que acessou, entre outras inúmeras possibilidades.

Aplicativos móveis que desempenham SCORM

Existem algumas estruturas de aplicativos que permitem entregar conteúdo SCORM para um dispositivo móvel, reproduzir o conteúdo no dispositivo e, em seguida, retornar os resultados da aprendizagem de uma plataforma LMS.

São alguns desses aplicativos:

  • Blackboard
  • KAPLAN
  • leArnin3.com
  • MARINES
  • NAVY
  • peritel

Saiba mais a respeito desses aplicativos em: http://scorm.com/pt/scorm-resolvido/scorm-motor/mobileoffline-scorm/eu-quero-um-aplicativo-para-mobile-learning/


Programas de vídeo

Existem alguns programas de vídeo que permitem que o usuário exporte seu trabalho para arquivos SCORM, para que esses possam ser utilizados como objetos de aprendizagem em cursos online. Aqui nós vamos indicar dois desses programas.

O ActivePresenter, é um programa que permite ao usuário gravar a tela do computador e criar tutoriais diversos a partir disso e de outros recursos visuais disponíveis. A vantagem é que ele tem uma versão gratuita e possui configurações bastante profissionais.

O outro programa indicado é o Captivate, uma ferramenta que permite criar apresentações bastante interativas, com recursos que vão desde botões até áreas de zoom, possibilitando ao usuário desenvolver vídeos explicativos muito bem detalhados e ilustrativos.

Programas para criação de objetos de aprendizagem

Diversos programas compatíveis com o padrão SCORM permitem a criação de objetos de aprendizagem para cursos online. Nós falaremos a respeito de alguns deles: HotPotatoes, Exe Learning, MyUdutu e CourseLab.

 

  • HOT POTATOES

É uma ferramenta que possibilita a criação de uma variedade de seis tipos de exercícios interativos, que vão desde palavras cruzadas até múltiplas escolhas.

  • EXE LEARNING

Disponibiliza uma ampla gama de recursos para a construção de um objeto de aprendizagem, que podem resultar desde questões de verdadeiro ou falso até um e-book, sem a necessidade de conhecimentos técnicos profundos.

  • MYUDUTU

Diferentemente das outras, a MyUdutu não necessita de configuração ou instalação, e possui características de interface bastante semelhantes aos sites de redes sociais, o que acaba tornando seu uso mais intuitivo para alguns. Neste programa, o objeto de aprendizagem é montado passo-a-passo, portanto, em cada etapa é montada uma funcionalidade do objeto.

  • COURSELAB

O Courselab é uma ferramenta de autoria que possibilita a criação de objetos de aprendizagem com a maior variedade de recursos, que vai desde animações diversas até criações de atividades como questionários, sem exigir conhecimentos profundos em programação.

Concluindo…

Um designer instrucional precisa elaborar um curso para a instituição A e precisa elabora o mesmo curso para a instituição B. Mas ambas as instituições possuem plataformas educacionais diferentes. Ou seja, o designer instrucional vai precisar elaborar o mesmo curso de duas formas diferentes.
Seria trabalho duplo, caso o padrão SCORM não estivesse envolvido no situação. Nesse caso que foi exemplificado, o designer instrucional desenvolveu seu material de trabalho para a instituição A baseado nos padrões técnicos estipulados pelo SCORM. Sendo assim, o trabalho não vai ter que ser feito duplamente, mas apenas uma única vez.

Embora o padrão ainda seja relativamente imaturo, uma vez que as mudanças entre as suas duas revisões mostram que ele ainda não uma estabilidade, o SCORM fornece um modelo de dados comum, ocasionando benefícios tanto para os cursos, que podem ser desenvolvidos de maneira completamente independentes da plataforma na qual é inserido posteriormente, quanto para a própria plataforma, que pode adquirir dados do objeto de aprendizado de maneira homogênea.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *