Gamificação: Jogos podem transformar a educação online

Tempo de leitura: 5 minutos

Sendo indicado por muitos profissionais da área da educação, a Gamificação tem sido cada vez mais utilizada nas salas de aula. Mas será possível aplicar a ideia de games dentro do universo de cursos online?

Antes de realmente falarmos sobre o processo de utilização de jogos como metáfora em cursos online, precisamos conhecer o nome que se dá a esse processo, desmistificá-lo no processo educacional para jovens e adultos, e como aplicá-lo no ambiente educacional e tecnológico.

Gamificação

A gamificação nada mais é que utilizar o princípio de jogos para motivar a realização de atividades do cotidiano, podendo ser dentro de um escritório, ambiente escolar, ou até mesmo nos afazeres domésticos, tornando a experiência mais divertida e prazerosa.

Para entendermos de forma mais prática, basta lembrarmos das brincadeiras infantis, onde o chão era lava e os móveis (como sofás, cadeiras e poltronas) eram pontos seguros para caminhar. Isso é gamificação! Encontrar uma forma lúdica de realizar uma determinada ação.

niños_jugando_verano

A gamificação pode ser utilizada por professores do ensino básico, fundamental e médio. Já pensou em ter aulas de matemática utilizando a ideia do jogo Banco Imobiliário? Ou aulas de história com o jogo War? A educação seria muito mais divertida e motivadora!

“Mas… gamificar tanto a educação não deixaria ela competitiva?”

Muitos acreditam que a “gamificação da educação” seria um erro, já que incentivaria a competição entre alunos. Em entrevista o professor Luciano Meira diz que a escola já promove esse tipo de competição já que pontua os alunos. Também fala que a gamificação baseada em pontos é um erro, já que o correto é inserir a metáfora dos games na forma de ensino, e não como pontuação.

Deixo abaixo a entrevista para os interessados:

Entendendo como funciona e desmistificando o processo podemos migrar para o ambiente educacional online!

A gamificação na educação a distância

A ideia de “gamificar”, além de ser inovadora é uma forma de ir além do óbvio. Um recurso para atrair a atenção do aluno e desmistificar a educação a distância, que, infelizmente, ainda é vista como uma “leitura de slides”.

Se no universo da educação presencial já existe um “pré-conceito” de que a gamificação não está correta, no universo online não é diferente. Muitos acreditam que os games são infantis e destinados aos jovens e crianças. Engana-se quem acredita que adultos não podem aprender se divertindo.

Trazer esse ambiente mais dinâmico e divertido para os cursos online incentiva os alunos a interagirem com outros alunos e com os tutores, além de tornar mais empolgante a realização das atividades propostas pelo curso.

E para nós, que elaboramos e transformamos cursos, gamificar um conteúdo passa a ser uma tarefa prazerosa e inspiradora.

Aqui, na Raleduc, podemos citar dois casos de sucesso, onde utilizamos a gamificação durante a aplicação de soluções educacionais online.

No primeiro caso, a solução online foi comparada a uma corrida de Rally, onde fizemos usos de termos utilizados nas corridas. Com isso tivemos um retorno positivo, onde a maioria dos participantes respondia e interagia, com outros alunos e com o tutor, como se fossem pilotos.

rally

Na segunda, comparamos a dinâmica da solução com o jogo de tabuleiro Jogo da Vida.

Para quem não conhece, o Jogo da Vida é um jogo que tem como base comparativa a própria vida. Para vencer no jogo, é necessário administrar a sua vida, realizando planejamento familiar, investindo em estudos, pagando dívidas, cumprindo metas para alcançar um ideal de vida determinado pelo jogo.

Jogo-da-Vida

Dessa forma, utilizando a temática da solução educacional online, adaptamos textos, atividades e mensagens aos alunos, com uma linguagem lúdica, sempre lembrando o jogo.

Utilizando jogos de tabuleiro

Nos casos anteriormente citados, a gamificação ocorreu apenas através de adaptação de texto. Porém, também é possível inserir a metáfora do game através de imagens, animações, vídeos e linguagem mais próxima à que é utilizada em jogos.

Dentro do universo dos jogos de tabuleiro existem diversos modelos, como Banco Imobiliário e o Jogo da Vida que possuem um caminho fixo a ser seguido.

Porém, existem outros modelos bem diferentes e que também podem ser utilizados para a realização de metáforas. Jogos de conquista como War e Domínio Carcassone, jogos de investigação como Detetive, Interpol e Scotland Yard, ou ainda jogos de sobrevivência como Zombicide e Eldritch Horror, que hoje são febre entre os jovens.

Mesmo com tantos estilos diferentes, todos mantêm padrões que podem ser adaptados para engajar os alunos. E é claro, o jogo escolhido, deve ter uma temática ou jogabilidade que sejam compatíveis e de fácil adaptação para o curso.

Quando dizemos de “fácil adaptação”, não é um indicativo de que será simples adequar o cenário, enredo e jogabilidade, mas que a linguagem, e as regras do jogo sejam mais acessíveis a qualquer faixa etária.

A ideia de gamificar a educação, sendo ela presencial ou a distância, é a utilização de metáforas baseadas em games como ferramentas motivacionais. Apenas trocando algumas palavras como, por exemplo, aula por missão, e tarefa por desafio, o aprendizado já se torna dinâmico. Imagine uma aula online onde você tivesse que investigar um caso e com ele aprender o conteúdo?

Conclusão

Como pudemos observar, a gamificação nem sempre será uma tarefa fácil, mas pode apostar que será divertido transformar as atividades e aulas em jogos dinâmicos e desafiadores!

Para muitos ainda, a utilização dos games na educação é algo muito ousado, mas pode acreditar, o futuro da educação, seja ela presencial ou a distância, está na inovação e na união da prática com a teoria, o monótono com o lúdico.

Caso tenha ficado com alguma dúvida ou queira uma ajudinha para gamificar o seu conteúdo ou curso entre em contato e converse com a gente!

Gostou do texto? Então compartilhe!

4 Comentários


    1. Oi Danyelli, agradecemos muito o seu feedback.
      Você também pode receber um resumo semanal do blog via email. Para isso basta se cadastrar na página principal.
      É fácil, rápido e prático.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *