Gamificação faz do e-learning mais simples

Tempo de leitura: 3 minutos

No universo do e-learning existem diversos jargões como: design responsivo, aprendizagem contextualizada, sala de aula virtual, design limpo… A lista é grande. Sabemos que termos como esses vêm e vão com uma grande facilidade, porém há alguns que permanecem durante muito tempo, e um dele é a gamificação.

A ideia de introduzir jogos no processo de aprendizagem não é algo novo. Se lembrarmos do nosso tempo escolar, veremos que quase todas as aulas foram transformadas em algum tipo de jogo. A verdade é que pessoas de todas as idades gostam de jogos. Jogos são interativos e envolventes, criam motivações através de desafios.

Apesar de sua eficácia, muitos desenvolvedores de e-learning fogem da gamificação, já que seria complicado e tecnicamente desafiador. Mas essa “falsa” verdade viria da complexidade de se criar jogos difíceis para o ensino a distância.

Gamificação é a aplicação de elementos ou estratégias semelhantes às utilizadas em jogos para melhorar a experiência de aprendizagem.

Aplicando a gamificação em e-learning

Aqui vão três maneiras que você pode facilmente gamificar seu próximo curso online

Quer entender melhor o que é gamificação? Leia nosso artigo Gamificação: Jogos podem transformar a educação online.

1 – Faça suspense

O suspense é um técnica clássica, sendo utilizada tanto em jogos como em filmes. Com ele é possível obter adrenalina e gerar senso de urgência por parte dos alunos. Esse tipo de sentimento pode ser gerado através de temporizadores durante um quiz ou até mesmo incorporando uma narrativa misteriosa.

Aqui temos um exemplo de um questionário simples utilizando um timer para adicionar o suspense.

e-learning

Clique aqui para acessar o quiz

2 – Deixe pessoal

Deixa o texto mais pessoal, voltado para o aluno. Este tipo de técnica é muito utilizada em jogos, o que dá ao jogador uma sensação de propriedade, o que torna a experiência única.

Permita que o aluno escolha qual resposta deve responder em um diálogo com o cliente, por exemplo.

Abaixo deixo um exemplo de como utilizar esse tipo de técnica em um e-learning.

e-learning

e-learning

3 – Torne gratificante

Grande parte dos jogos oferece algum tipo de recompensa, como pontos e emblemas. São formas populares para criar a sensação de competição.

Os novos jogos (sejam eles para consoles ou computador) oferecerem “achievements” (realizações) para quando os jogadores realizam determinada ações dentro dos jogos, o gamer ganha pontos e emblemas que podem ser compartilhados com os amigos.

Mesmo que esse tipo de pontuação não signifique nada, “ganhar pontos” mantém o aluno focado e motivado. Só o fato de ganhar pontos ou emblemas já é uma forma de manter o maior engajamento do aluno.

Utilizamos este recurso de premiação durante um curso realizado para o Sebrae. Veja a seguir um exemplo.

e-learning

Por fim…

Lembre-se que o e-learning gamificado não precisa ser difícil ou tecnicamente complexo. Os cursos podem ser facilmente “gamificados” apenas com a adição de elementos simples, seja um temporizador, uma linguagem mais pessoal, metáforas durante o curso…

Não se trata da criação de jogos reais, mais sim, sobre a criação de uma experiência!

E você? Já utilizou essa técnica em seus cursos? Já conhecia a gamificação? Entre em contato e nos conte sua experiência!

Caso tenha ficado com alguma dúvida ou queira uma ajudinha para gamificar o conteúdo do curso entre em contato e converse com a gente!

Gostou do artigo? Então compartilhe o conhecimento com seus amigos!

Este artigo foi uma adaptação do texto “E-learning Gamification Made Simple” do site E-Learning Uncovered.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *